PSD e Governo dos Açores trocam acusações sobre investimento na Praia da Vitória
2018-04-12 08:50:00 | Rádio Horizonte Açores

O PSD acusou o Governo dos Açores de defraudar as expectativas dos empresários, ao destinar 157 mil euros à recuperação dos antigos bairros americanos, na ilha Terceira, mas o executivo alega que o partido está a confundir investimentos.

Em causa está um contrato ARAAL que o Governo Regional celebrou com a Câmara Municipal da Praia da Vitória, na ilha Terceira, no valor de 157 mil euros, publicado ontem em Jornal Oficial.

Segundo o PSD/Terceira, esse valor está muito abaixo das expectativas dos empresários de construção civil da ilha, que "aguardavam o lançamento de um concurso público, nunca inferior a três milhões de euros” para a recuperação dos antigos bairros utilizados pela Força Aérea norte-americana, junto à base das Lajes.

Em janeiro, o presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, disse que seria lançado em fevereiro um concurso público para a primeira fase de reabilitação das 138 casas do Bairro Beira Mar e do complexo escolar deixado vago pela Força Aérea dos Estados Unidos da América.

"Não só o valor em causa é manifestamente insuficiente para requalificar as infraestruturas que, em pleno parlamento regional, Vasco Cordeiro prometeu seriam objeto de concurso até final de fevereiro, como se defraudam as expectativas dos empresários do setor da construção civil, que aguardavam com expectativa o lançamento do concurso público da requalificação", salientaram os social-democratas, em comunicado de imprensa.

Em resposta, o vice-presidente do Governo Regional, Sérgio Ávila, disse que o contrato ARAAL se destinava, exclusivamente, a apoiar a autarquia nos investimentos exteriores na zona dos antigos bairros militares norte-americanos nas Lajes.

“Importa esclarecer que o contrato ARAAL assinado com a Câmara Municipal da Praia da Vitória não tem absolutamente nada a ver com a recuperação das habitações do bairro Beira Mar e do complexo escolar norte-americano”, frisou Sérgio Ávila, numa nota do Gabinete de Apoio à Comunicação Social do Governo Regional.

O governante acusou os social-democratas de tentarem confundir o apoio atribuído à autarquia da Praia da Vitória com a um investimento mais avultado para a recuperação dos bairros, sem referir o montante em causa, nem o prazo de abertura do concurso público.

“A reação, do PSD/Terceira em relação ao contrato ARAAL assinado com a Câmara Municipal da Praia da Vitória revela um total desconhecimento da realidade e a capacidade de falar daquilo que não se conhece, com o objetivo de criticar tudo e de criticar sempre o Governo dos Açores, sem qualquer sentido, sem qualquer fundamento”, salientou.

Notícias Relacionadas Horizonte